Azenhas do Mar


 


Azenhas do Mar é uma aldeia do litoral sintrense, plena de História e Património.



Entre o mar e a terra, a aldeia desenvolveu-se na moagem dos cereais e na vitivinicultura, local proeminente dos afamados vinhos da Região Demarcada de Colares.

Aqui passou férias o rei D. Carlos I e as rainhas D. Amélia e D. Maria Pia. Muitos arquitetos do século XX aqui implantaram as suas criações, como Raul Lino, Norte Júnior e outros. Aqui viveu Ferreira de Castro e sobre ela escreveram Vergílio Ferreira ou José Saramago.

Lugar inspirador para pintores como Paula Campos, Júlio Pomar, Alfredo Keil e tantos outros, foi ainda estância dilecta de cineastas como Perdigão Queiroga, Beatriz Costa ou Carmen Dolores.

A sua Capela de São Lourenço data dos finais do séc. XVI e está integralmente restaurada. A Escola, construída em 1927 e inaugurada pelo Presidente Óscar Carmona, serviu de modelo para a filosofia dos edifícios escolares do Estado Novo.

A História imensa das Azenhas do Mar, aliada à sua beleza natural, com o casario a descer em cascata falésia até ao oceano, conferem-lhe um cenário de “belo terrível”, tão ao sabor do gosto romântico.



 

 

451 habitantes

azenhas-vote23julho-1

 


 

A votação é por chamada telefónica e o número para votar nas Azenhas do Mar e no Penedo é facultado no início das Galas.

Vote quantas vezes lhe apetecer para sermos as duas aldeias mais votadas e marcarmos presença na final, no dia 3 de Setembro

azenhas-do-marazenhas-do-marazenhas-do-marazenhas-do-marazenhas-do-mar
Voltar para o topo