icone-yt pb

instagram-1ficones-twitter-fb pbicone-fb pb

proj-cof-ue a1
bot-areas1b

ban-musa2a

Procedimentos a adotar perante a vaga de calor que se avizinha

Onda Calor

A Câmara Municipal de Sintra, perante a previsão de tempo seco e quente para os próximos dias, relembra quais os procedimentos a adotar durante os períodos de maior calor.

As recomendações deverão ser cumpridas de forma a minimizar o risco de incêndios florestais/rurais, bem como salvaguardar a saúde individual e familiar dos munícipes e visitantes.

Segundo indicação da ANPC  Autoridade Nacional de Proteção Civil e, nos termos da legislação em vigor É PROIBIDO:

  • Realizar queimadas, fogueiras para recreio ou lazer, ou para confeção de alimentos;
  • Utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos;
  • Queimar matos cortados e amontoados e qualquer tipo de sobrantes de exploração;
  • Lançar balões com mecha acesa ou qualquer outro tipo de foguetes;
  • Fumar ou fazer lume de qualquer tipo nos espaços florestais e vias que os circundem;
  • Fumigar ou desinfestar apiários com fumigadores que não estejam equipados com dispositivos de retenção de faúlhas.

Na realização de trabalhos agrícolas e florestais, deve:

  • Manter as máquinas e equipamentos limpos de óleos e poeiras;
  • Abastecer as máquinas a frio e em local com pouca vegetação;
  • Ter cuidado com as faíscas durante o seu manuseamento, evitando a sua utilização nos períodos de maior calor.

Para se proteger dos efeitos do calor na saúde mantenha-se informado, hidratado e fresco, conforme indicação da Direção Geral de Saúde:

  • Procure ambientes frescos (preferencialmente climatizados);
  • Evite que o calor entre dentro das habitações; correr as persianas, ou portadas e mantenha o ar circulante dentro de casa; refrescar a habitação e evite ligar fornos.
  • Beba água ou sumos de fruta natural sem açúcar e evitar o consumo de bebidas alcoólicas;
  • Evite a exposição direta ao sol, principalmente entre as 11 e as 17 horas.
  • Utilize roupa solta (algodão), que cubra a maior parte do corpo, chapéu de abas largas e óculos de sol;
  • Utilize protetor solar com fator > 30 e renovar a sua aplicação de 2 em 2 horas;
  • Escolha as horas de menor calor para viajar de carro.
  • Não permaneça dentro de viaturas estacionadas e expostas ao sol, nem deixe os animais domésticos no carro;
  • Evite atividades que exijam grandes esforços físicos;
  • Dê atenção especial a grupos mais vulneráveis ao calor, tais como: crianças, idosos, doentes crónicos, grávidas, pessoas com mobilidade reduzida, trabalhadores com atividade no exterior ou pessoas isoladas;
  • Ofereça água aos recém-nascidos, crianças, pessoas idosas e pessoas doentes porque podem não manifestar sede;
  • Os doentes crónicos ou sujeitos a medicação e/ou dietas específicas devem seguir as recomendações do médico assistente;
  • As crianças com menos de seis meses não devem ser sujeitas a exposição solar, devendo evitar-se a exposição direta de crianças com menos de três anos (usar roupa e protetor solar >50).

A APA  Agência Portuguesa do Ambiente adverte, na sequência das elevadas temperaturas, para a alteração da qualidade do ar, principalmente no litoral do país. Os populentes associados a este aumento da temperatura, têm efeitos na saúde humana, principalmente na população mais sensível  crianças, idosos, grávidas, doentes com problemas respiratórios crónicos (principalmente asma) e doentes do foro cardiovascular –, cujos cuidados de saúde devem ser redobrados durante a ocorrência destas situações, devendo ser seguidas as recomendações específicas da Direção Geral de Saúde

A APA continuará a acompanhar a situação, divulgando ao público toda a informação da qualidade do ar e os valores medidos nas estações de monitorização, que podem ser consultados aqui.

 

 

 

 

 

 

  

Artigos relacionados

  • ALERTA VERMELHO: Aumento da vigilância e condicionamentos na Serra de Sintra
    Banner-raios-Solares A mudança da situação meteorológica, acompanhada de tempo quente e seco, coloca hoje Sintra em alerta vermelho até às 23h59 deste domingo. A Serra de Sintra vai ter um aumento da vigilância com várias forças da autoridade e militares a garantir, cada uma delas, uma vigilância reforçada durante 24 horas por dia. Para além de duas equipas de sapadores, duas corporações de bombeiros e mais duas viaturas de combate e respetivas equipas em permanência na Serra de Sintra, a zona vai ser vigiada pela Guarda Nacional República (GNR), Polícia Municipal e militares. Este dispositivo será também alargado a algumas zonas estratégicas no perímetro da Serra. A partir desta sexta-feira a serra será patrulhada pela GNR, Polícia Municipal e militares, para além das Protecção Civil de Sintra e equipas e meios de bombeiros afetos à zona. A câmara municipal de Sintra apela à população que redobre os cuidados e a vigilância e informa que está proibido o acesso e a permanência na área do perímetro florestal de Sintra por despacho do Gabinete do Ministro da Administração Interna. Todas as atividades e eventos estão assim proibidos, sem a devida articulação com as autoridades competentes. A câmara municipal de Sintra apela também à população para evitar a circulação na zona da Serra de Sintra e informa que, caso se entenda necessário, essa circulação será proibida durante este fim de semana.

Contactos
____

Largo Dr. Virgílio Horta 
2714-501 Sintra

Telefone: 219 238 500
Fax: 219 238 657



Estamos em rede:

icone-fb Facebook

icone-tw Twitter

instagram-2Instagram

icone-yt Youtube

  |  Copyright: Câmara Municipal de Sintra 2017